Sem sombras de dúvida, a tecnologia encurtou distâncias. No mundo de hoje, tudo pode ser resolvido apenas com um clique. Tudo passou por transformações, inclusive os modelos de compra e venda.

O E-Commerce ou comércio eletrônico, é o ambiente onde transações comerciais são realizadas totalmente online, pequenos e grandes varejistas ganharam essa nova forma de empreender, graças a Internet.

 

E-Commerce no Brasil

Aqui no Brasil, o e-commerce nasceu em 1996, com a venda de livros pela Internet, sendo ainda uma história relativamente recente se comparada aos EUA, onde tudo começou na década de 60. Hoje o E-Commerce no Brasil se mostra cheio de oportunidades e está em franco crescimento.

Na década de 90, surgem duas gigantes, que continuam na liderança em vendas em todo o mundo, que foram a Amazon e o eBay, que revolucionaram o segmento de e-commerce. Estabeleceram um modelo de negócio que são aplicados até hoje como o campo de pesquisa, o catálogo online e carrinho de compras, que são comuns em quase todos os sites.

Ao final de 2021 o e-commerce já representava 17,9% das vendas varejistas, sendo um record histórico desde 2018, quando o volume de vendas online era de apenas 4,7%.

 

Mudanças no Comportamento dos Consumidores – Pandemia

Graças aos avanços da tecnologia e as mais recentes mudanças de comportamento dos consumidores, o mercado de e-commerce sofreu transformações bastante positivas.

Com o impacto sofrido pela pandemia nos anos de 2020 e 2021, as lojas tradicionais foram fechadas e a circulação de pessoas pelas ruas, praticamente não havia, o que fez com que os pequenos empreendedores tivessem que reinventar uma nova maneira de vender se utilizando da Internet.

No ano de 2021 as vendas do mercado online brasileiro, superou a marca de 25 % de crescimento em relação ao ano de 2020. Já neste ano de 2022, no mês de janeiro o crescimento foi de 20 % em relação ao mesmo período de 2021. As projeções para todo o ano de 2022 é de que continue subindo dois dígitos no decorrer do ano.

 

Mercado Mobile em Alta

No Brasil, 80 % dos domicílios têm acesso a Internet, sendo mais de 176 milhões de pessoas online, que costumam passar mais de dez horas por dia conectados. O portal para o mundo digital desses usuários são os smartphones, que são mais práticos e principalmente mais acessíveis à população. Traduzindo em números, são mais de 440 milhões de aparelhos em todo território nacional podendo comprar online.

As Lojas virtuais também evoluíram, acompanhando as necessidades dos consumidores, transformaram-se em marketplaces, por meio de plataformas que conectam diferentes lojistas e clientes em uma gama de opções conectadas oferecendo mais facilidade ao consumidor.

O formato marketplace trouxe benefícios, aumentando a interação do público, as visualizações e o tráfego. Aumentando o volume de pessoas, mais fáceis serão as oportunidades de venda e a aproximação com fornecedores parceiros, aumentando assim a rentabilidade do seu negócio.

Como foi apresentado, o tempo trouxe várias exigências mas, também oportunidades ao e-commerce mas, é sempre necessário se dedicar ao aprimoramento, especialmente em relação aos clientes pois na realidade eles são o centro de todo o processo de venda, não é mesmo?

Fale Conosco