Sem dúvida nenhuma o mundo foi sacudido recentemente com esta pandemia inesperada. Por mais que muitos esforços fossem tomados, as coisas se prolongaram por tempo demais e isto trouxe uma série de situações complicadas para todos.

Os negócios físicos foram sem dúvida os que mais sofreram. As medidas de controle da pandemia, em principal o distanciamento social, acabaram por dificultar, ou mesmo anular as possibilidades de funcionamento.

Além disso, muitos setores já se encontram fechados por mais de 1 ano e 7 meses, fazendo com que sua existência já esteja comprometida, como é o caso de festas e eventos, por exemplo.

A maioria acabou recorrendo a métodos digitais, o que nos leva à pergunta “O que mudou com o E-commerce na pandemia?”

Seria possível dizer que este tipo de empreendimento tenha ficado intacto?

Hoje gostaria de falar um pouco mais sobre este tema para auxiliar em algumas questões bastante simples sobre o tema. E você verá que as coisas mudaram sim, e muito.

Vamos conferir?

 

E-commerce na pandemia: O que mudou?

Escolhi ressaltar alguns pontos que julgo serem extremamente importantes e que marcaram este momento. Mas se você acha que preciso falar sobre outro, sem problemas! Estou à disposição nos comentários, ok?

 

1 – Necessidade de boa estrutura

Um ponto que realmente mudou é que muitas pessoas passaram a dar uma chance para o mercado virtual, e para isto, ter uma estrutura adequada é crucial. Sites feitos de maneira desleixada e hospedados em serviços ruins, com certeza perderam lugar neste momento.

Muitos foram derrubados por conta do número de acessos incomum, e embora isso pareça algo bom, na verdade significa dinheiro perdido.

 

2 – Não há espaço para algo mal feito

Não só uma boa estrutura é necessária, mas também uma aparência profissional. Muitos entraram em contato com sites que julgavam ser muito amadores em visual, e o resultado inevitável foi ignorar as opções com medo de que fosse fraude.

Enquanto isso, milhões de comércios locais abriram suas lojas online apostando tudo o que tinham. Mesmo que você tenha chegado antes, um site visivelmente inferior pode ter perdido a sua chance de crescer.

 

3 – Administração de estoque

Um maior número de vendas com certeza demonstra que as coisas estão indo bem. Mas agir da maneira errada com certeza garante que você vá perdendo espaços aos poucos, até se tornar irrelevante.

Tentar vender o que você não tem, fazer fretes muito demorados ou mesmo perder garantias por demora de entrega não é algo positivo e que pode fazer você perder os poucos clientes que fidelizou. Daí a importância de ter uma boa logística de e-commerce.

 

Considerações finais

Sabe o que realmente não mudou? A necessidade de ter um bom web designer como seu principal apoio. Você que quer realmente vender pela internet com qualidade, mesmo que seja um iniciante, vai precisar de um site 100% eficiente e com um visual incrível.

Para isto, é necessário alguém que entenda do assunto e que já tenha bastante prática.

Estamos aqui exatamente para te oferecer os melhores serviços na área, com mais de 15 anos de experiência e vários clientes que já obtiveram um serviço de qualidade.

Precisando é só chamar, ok?

Até a próxima!