O crescimento de  investidores no e-commerce é muito alto, pois trata-se de um setor que está em crescente expansão no mercado. A venda pela internet é uma das melhores formas de colocar o produto na mão das pessoas sem elas saírem de casa.

Quando se conhece o e-commerce e a forma de trabalhar neste tipo de plataforma, o crescimento da sua empresa vai além do ambiente físico.

Veja um pouco mais sobre este modelo de negócios online.

 

O que é e-commerce?

O e-commerce, chamado também de comércio eletrônico, é o estilo de venda pela internet, que normalmente é feito por uma empresa.

As vendas pelo e-commerce são feitas tanto por fabricante como revendedor, através de uma plataforma virtual própria.

Se você deseja estar sempre ligado ao mercado, o e-commerce é uma excelente alternativa para aqueles que trabalham na área de comunicação, marketing, publicidade e propaganda, etc.

Veja um pouco mais a respeito dessa plataforma nos próximos tópicos.

 

E-commerce na prática

No e-commerce todas as transações comerciais são feitas por meio de um sistema de pagamentos online. Tudo isso devido à sua grande estrutura de negócio, facilitando todo o processo de compra e venda pela internet.

Essa plataforma online não é simplesmente uma criação simples de site, mas um grande investimento, um empreendimento com ótima estrutura digital.

O e-commerce possui um grande sistema de digitalização para dois processos: venda e atendimento ao cliente.

Todo esse trabalho  contribui para que a plataforma possa realizar vários serviços de automação, como controle de finanças, de  estoque e marketing.

Então, é percebido que a forma de agilização que o e-commerce proporciona, favorece uma boa gestão. 

 

Quais as vantagens e desvantagens do e-commerce

Os consumidores normalmente buscam o e-commerce devido às facilidades oferecidas. Enquanto na loja física tem que haver um deslocamento, na virtual pode ser feito da própria casa.

Outro detalhe muito importante é que, os preços costumam estar mais em conta. Além disso, outro detalhe é a praticidade, facilitando a comparação de preços, muito mais ágil.

Mesmo diante  desses pontos, existe a possibilidade de comprar a qualquer hora, com diversos preços.

Quem utiliza a plataforma de e-commerce está trabalhando com algo de potencial de venda alto. Isso se mostra claro, pela análise de 2019, com 14% do total de venda de varejo do mundo.

Somente no Brasil, em 2019, o país cresceu 18% o faturamento de e-commerce. Por isso ele chegou a  10° posição do mercado eletrônico no mundo em 2015.

 

Tendências do mercado e-commerce no país

O crescimento é acompanhado de certas tendências, estudadas pelos especialistas da área comercial.

Veja algumas delas:

  • Integração entre o físico e digital: isso acontece quando o cliente compra algo de modo virtual e vai buscar na loja física o produto
  • Investimento em logística: isso se refere ao modo como a empresa trabalha, onde a experiência entre venda e compra são boas para o cliente.
  • Uso das redes sociais: a tendência é que a cada momento as empresas utilizem redes sociais para divulgação da sua marca e produto

Todos esses detalhes contribuem para um lucrativo negócio online.

 

 

×