Quer saber como montar uma loja de eletrônicos importados? Então confira aqui uma série de dicas e ações para ter sua estrutura pronta e funcionando do zero.

Para se fazer um bom dinheiro e um negócio sólido é importante ter uma excelente estratégia em mente. Por maiores que possam ser os desafios, escolher de uma maneira inteligente pode ser o único jeito de brilhar mesmo em tempos de crise.

A importação de produtos é sem dúvida nenhuma uma das melhores maneiras de maximizar os seus lucros. Primeiramente porque permite cortar o preço dos importadores que irão te repassar tudo com uma série de taxas.

Mas além disso, você terá a capacidade de encontrar uma série de produtos que irão apaixonar diversos públicos, só que os importadores principais não se importam em trazer para cá.

Então, saber como montar uma loja de eletrônicos importados é sim uma das melhores formas de garantir excelentes resultados no longo prazo.

Principalmente pela alta taxa de lucratividade, facilidade de implementação, possibilidade de utilizar o dropshipping ao seu favor e ainda garantir excelentes resultados em questões administrativas.

Hoje gostaria de trazer um tutorial simples e acessível para que você consiga criar a sua estrutura completa.

Vamos conferir?

 

Como montar uma loja de eletrônicos importados?

Primeiramente é importante definir todos os seus fornecedores internacionais. Encontre as melhores opções e faça uma lista do que vale a pena revender. Lembrando que preços em promoção são excelentes para se gerar estoque, mas não para precificar seu produto final.

Após isso, iniciamos a estrutura do site com a compra de um domínio e a contratação de um serviço de hospedagem. Estes dois serviços combinados são essenciais para que você consiga um nome para a sua loja de eletrônicos importados e também um local para guardar os arquivos dela.

O valor desses serviços é bastante baixo, sendo o domínio pago anualmente e a hospedagem paga em parcelas mensais suaves.

Entretanto, estes serviços por si só não vão entregar nenhum tipo de site ainda, você precisa criá-lo primeiro. Mas não se preocupe, hoje é tudo feito de maneira bastante automática, basta instalar ferramentas gratuitas, como por exemplo o Magento.

Esta ferramenta é uma distribuidora de conteúdo feita exclusivamente para gerar lojas virtuais. Com ela é possível gerenciar tudo de maneira automática, só precisando se preocupar com o design e informações de pagamento.

A partir de agora o que você precisa é traçar estratégias de marketing digital para alcançar clientes. Mas isto é assunto para outro posto, se quiser saber deixe nos comentários.

 

Dica de ouro

Mesmo que todos estes passos sejam extremamente econômicos, ainda existe um ponto em que vale a pena investir.

Estou falando exatamente da criação de um site que tenha aparência profissional, velocidade de processamento e principalmente segurança.

Para estes pontos, é crucial deixar de lado o instinto de “faça você mesmo” e apostar em um profissional Web Designer. O retorno costuma ser incrível e é inegável que esta atitude vai permitir você chegar mais longe.

Então, se quiser realmente ter sucesso neste empreendimento estamos à disposição para te ajudar.

Até a próxima!