A transformação digital é uma realidade presente, e com isso praticamente tudo, quando possível, está recebendo sua versão digital. Estamos falando até mesmo de computadores virtuais que podem ser acessados através de nuvens, onde as empresas economizam em comprar um que seja físico e exija manutenção.

As lojas, por exemplo, são um dos empreendimentos que mais têm sofrido migração para um ambiente virtual. Os E-commerce têm crescido exponencialmente, e já a alguns anos passaram o número de lojas físicas abertas.

Tudo isto é um sinal de que as coisas estão realmente mudando no mundo. E com certeza é para melhor.

As lojas virtuais, por exemplo, são muito mais baratas não só para implementar quanto para se manter.

Digamos que você queira abrir uma loja de roupas. Pode ser que a maioria dos clientes tenha vontade de experimentar tudo e ver como fica. Mas a verdade é que sai muito mais barato vender na internet, já que lá não há nenhuma necessidade de se pagar comissão para vendedores, pagar aluguel, contas e o número de funcionários sempre tende a ser muito mais reduzido.

O mesmo vale para outros ramos. Sendo que as pessoas hoje podem encontrar praticamente tudo online, e estão criando este hábito como a primeira opção.

Se você chegou aqui é porque provavelmente está cogitando esta hipótese.

Por isso vou te ajudar a saber como abrir e-commerce de um jeito simples.

Vamos conferir?

Como abrir e-commerce – Guia Simples Introdutório

Primeiramente é importante notar que você precisa decidir sobre o que vai vender. Sempre é mais fácil começar com algo mais focado, e que de preferência dê para utilizar o dropshipping ou mercado de afiliados.

O dropshipping é um sistema onde você faz a venda e compra o produto para entregar só depois. Já no mercado de afiliados você não faz a venda em si, mas a indicação. As vendas feitas pelas indicações geram uma comissão a você, mas a variedade de produtos costuma ser menor.

Seja como for, se decida por um ramo e comece nesta direção.

Após isto, seu primeiro passo será escolher e comprar um domínio. Se você não sabe o que é isto, eu explico.

Um domínio é basicamente o nome do seu site. Assim como você digita www.google.com seu site pode ser algo como www.lojadofulano.com.br.

Isto é feito através de um site de serviços de servidores DNOS, ou Servidores de Nome de Domínio.

Este ainda não é o seu site, é só um nome, e não irá a lugar nenhum. Para que você consiga jogar algo no ar, é necessário você escolher um serviço de hospedagem de sites.

Este tipo de serviço você irá encontrar em abundância, como por exemplo o UOL Host ou Hostgator. Mas algumas empresas de Webdesign e semelhantes possuem seus próprios serviços.

O valor do domínio é pago anualmente e pode ir de R$50 a R$60 na média. Um domínio já existente e forte, porém, pode custar dezenas de milhares de dólares ou mais.

Já o valor da hospedagem é mensal, e na média fica entre R$30 a R$80.

Como criar o site

Existem uma série de ferramentas que ajudam com este processo sem que você tenha que aprender qualquer coisa de código. Como por exemplo é o caso do WooCommerce ou Magento.

Elas são ferramentas que permitem que você edite e-commerces interessantes.

Mas a melhor saída mesmo é ir atrás de uma empresa ou profissional da área do WebDesign. Isto faz com que a aparência seja mais envolvente e até seja possível criar várias funcionalidades novas.

No mais é isso, qualquer dúvida estou à disposição.

Até a próxima!

Fale Conosco
Fale Conosco
talk to us
talk to us